09 de Outubro de 2018

Preços de brinquedos variam até 400%

 

O Procon de Campinas e diversas cidades do país divulgou na ultima semana, o resultado da pesquisa de preço de produtos para o Dia das Crianças.

A coleta de dados foi realizada entre os dias 18 e 20 de setembro em diversos estabelecimentos comerciais em diferentes regiões de vários  municípios.

 

O objetivo da pesquisa é oferecer uma referência ao consumidor por meio dos preços médios obtidos da amostra pesquisada.

A pesquisa comparou mais de 60 itens entre bicicletas, bonecas, bonecos, jogos e massinha de modelar.

Como nem todas as lojas dispunham de todos os produtos, a pesquisa aponta também quais estabelecimentos contém a maior variedade em relação ao total dos  itens e, ainda, o número de gêneros, por loja, com preços menores ou iguais aos preços médios obtidos.

De acordo com a diretora do Procon de Campinas, Yara Pupo, além do preço total, o consumidor deve considerar, na hora da compra, outros fatores como formas de pagamento, comodidade e vantagens oferecidas pelos diferentes locais.

"Outra questão importante é a segurança do brinquedo. A embalagem deve indicar a idade ou faixa etária e ter o selo de certificação do Inmetro, que indica que o produto foi testado quanto aos riscos que podem oferecer à criança, como intoxicação, choque elétrico, perfuração, alergia e outros", orienta Yara.

Os órgãos de defesa do consumidor esclarecem que as variações de preços constatadas referem-se aos dias em que o levantamento foi realizado e os preços atuais podem ser diferentes, inclusive por ocasião de descontos especiais, ofertas e promoções.

A pesquisa completa pode ser acessada no site do PROCON.

Comentários

O envio de qualquer comentário é de
responsabilidade do usuário, previsto
na política de privacidade.