11 de Abril de 2019

Danilo Gentili é condenado a 6 meses de detenção por injúria contra deputada

O humorista e apresentador do SBT, Danilo Gentili, foi condenado pela 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo a seis meses e 28 dias de prisão em regime semiaberto por injúria à deputada federal Maria da Rosário  (PT-RS). Ele ainda poderá recorrer da sentença em liberdade.

O caso ocorreu em março de 2016, quando Gentili publicou uma série de postagens no twitter chamando a deputada de "falsa", "cínica" e "nojenta".

Na decisão, a magistrada realça o direito à liberdade de expressão, mas aponta que, quando alguém extrapola a linha da ética, surge no Estado de Direito a tutela penal como legítimo instrumento de controle contra o uso abusivo da liberdade de expressão.

Em nota, o advogado de Gentili, Rogério Cury, afirmou que a defesa ainda não tomou conhecimento da decisão. "A defesa ainda não foi intimada da decisão e desconhece o seu conteúdo, mas, ao longo do processo a prova produzida foi clara no sentido da absolvição de Danilo Gentili.", disse.

Nas redes sociais, o apresentador ganhou apoio de outros artistas que também trabalham com humor, como Tom Cavalcanti, Marcelo Tas e Oscar Filho.

Comentários

O envio de qualquer comentário é de
responsabilidade do usuário, previsto
na política de privacidade.