12 de Agosto de 2019

Ator do clipe "Teenage Dream" de Katy Perry acusa cantora de assédio sexual!

Depois de ser acusada de plágio e perder, Katy Perry está passando por outra situação delicada. Ator que participou do seu clipe "Teenage Dream", lançado no dia 10 de agosto 2010, acusa a artista de assédio sexual.

O single completou 9 anos, e segundo Josh Kloss, o ator, em vez de comemorar a data revelou algumas verdades inimagináveis em seu perfil no Instagram.

"Depois que eu conheci a Katy, nós cantamos uma música de adoração, "Open The Eyes of my Heart". Ela era legal e gentil. Quando outras pessoas estavam por perto, ela era fria como o gelo, e até mesmo disse para todo o set ouvir durante as filmagens, que me beijar era nojento. Eu fiquei muito envergonhado, mas continuei dando tudo de mim, já que minha ex estava ocupada me traindo e minha filha era apenas uma criança, eu sabia que tinha que suportar aquilo por ela.

Após o primeiro dia de filmagem, Katy me convidou para um clube de strip em Santa Barbara. Eu recusei e disse a ela: "tenho que voltar para o hotel e descansar, porque esse trabalho é tudo que tenho agora"

Segundo Josh, o assédio aconteceu durante um luau no aniversário do estilista Johny Wujek. "Eu vi Katy algumas vezes depois que ela terminou com Russel [ex-marido de Katy]. Uma vez eu levei uma amiga que estava morrendo de vontade de conhecê-la. Quando eu a vi, nos abraçamos e ela ainda era minha crush. Mas quando me virei para apresentar a minha amiga, ela puxou meu moletom e minhas roupas íntimas o máximo que pôde para mostrar meu pênis para alguns de seus amigos e às pessoas ao nosso redor. Vocês conseguem imaginar o quão patético e envergonhado eu me senti?"

E tem mais! Josh teria dito a produção que precisava receber os 650 dólares pela participação no clipe, mas que a equipe o convenceu a não falar sobre isso publicamente.

"Estou dizendo isso agora porque a nossa cultura está definida em provar que homens no poder são perversos. Mas as mulheres com poder são tão nojentas quanto. Ela é uma líder maravilhosa e as suas músicas são hinos empoderadores. E é isso. Eu fui convencido por seus representantes para não discutir nada sobre Katy publicamente. Em algumas das entrevistas, eles editaram as minhas respostas e responderam por mim. Então, feliz aniversário para um dos trabalhos mais confusos e depreciativos que eu já fiz!"

Comentários

O envio de qualquer comentário é de
responsabilidade do usuário, previsto
na política de privacidade.