Primeiro dia de greve fecha agências na região central de Campinas, SP

Caixas eletrônicos estão operando normalmente apesar do protesto.

Por Redação Tudo UP! – RPT

Compartilhe

O primeiro dia da greve dos bancários fechou 30 agências na região central de Campinas (SP) nesta terça-feira (30), segundo o sindicato que representa a categoria. De acordo com o vice-presidente da entidade, Mauri  Sérgio de Souza, o protesto atingiu bancos estatais e privados. Nos bairros, a paralisação já afetou as unidades públicas, mas as privadas ainda estão funcionando.
O G1 constatou que muitos clientes não sabiam da greve e procuravam os sindicalistas para perguntar se haviam agências abertas no centro ou nos bairros para pagamento de contas e outros serviços. “Por que eles sempre fazem greve no fim e  começo do mês? Tem que fazer no meio, eu tenho um monte de contas para pagar. E agora? Como eu faço?”, indaga a aposentada Maria Teresa Barbosa.
“Eu tenho problemas respiratórios e vou ter que pegar um ônibus até um bairro e ter que andar muito mais. Para mim esta greve é um absurdo”, reclama a também aposentada Odete Ferreira.  Os caixas eletrônicos estão funcionando normalmente.
Greve
Em assembleia na noite de segunda-feira (29), os funcionários dos bancos da região de Campinas rejeitaram a proposta Federação Nacional dos Bancos ( Fenaban).  Os trabalhadores pedem reajuste salarial de 12,5% e outras reinvindicações como, vale-cultura de R$ 112, combate ao assédio moral e fim das metas abusivas. Sindicatos em ao menos 19 estados, mais o Distrito Federal, decidiram pela paralisação dos trabalhos em assembleias na última quinta-feira (25).
A categoria também pede piso salarial de R$ 2.979,25, PLR de três salários mais parcela adicional de R$ 6.247, 14º salário, além de aumento nos valores de benefícios como vale refeição, auxílio creche, gratificação de caixa, entre outros. As instituições financeiras elevaram o reajuste de 7% a 7,35% para os salários, enquanto o aumento no piso da categoria foi de 7,5% para 8%, mas a proposta foi rejeitada pelo sindicato.
2013
Os trabalhadores do setor promoveram uma greve de 23 dias no ano passado, que foi encerrada após os bancos oferecerem reajuste de 8%, com ganho real de 1,82%. A duração da greve na época fez a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) pedir um acordo para o fim da paralisação, temendo perdas de até 30% nas vendas do varejo do início de outubro.
Fonte: http://g1.globo.com/
COM O APOIO DE

CONTINUE INFORMADO

Tivoli Shopping tem nova edição do CineMaterna na próxima terça, dia 28
Casa Hermann Muller é tema de exposição de fotos na Câmara Municipal de Americana
Casa Hermann Muller é tema de exposição de fotos na Câmara Municipal de Americana
"Bee Gees Forever" se apresenta no Teatro Municipal neste sábado
Moradora de Sumaré ganha moto no Espetáculo de Prêmios da Acia
'Furiosa': filme da saga 'Mad Max' estreia nesta quinta-feira
Prefeitura arrecada agasalhos no sistema drive-thru
Exposição "Alma de Artista" pode ser visitada na Biblioteca Municipal
Americana recebe a ópera "Suor Angelica", de Giacomo Puccini
Briga por causa de gatos tem disparo de arma de fogo em condomínio de Americana
Veja Mais Notícias
Tivoli Shopping tem nova edição do CineMaterna na próxima terça, dia 28
Casa Hermann Muller é tema de exposição de fotos na Câmara Municipal de Americana
Casa Hermann Muller é tema de exposição de fotos na Câmara Municipal de Americana
"Bee Gees Forever" se apresenta no Teatro Municipal neste sábado
Moradora de Sumaré ganha moto no Espetáculo de Prêmios da Acia
'Furiosa': filme da saga 'Mad Max' estreia nesta quinta-feira
Prefeitura arrecada agasalhos no sistema drive-thru
Exposição "Alma de Artista" pode ser visitada na Biblioteca Municipal
Americana recebe a ópera "Suor Angelica", de Giacomo Puccini
Briga por causa de gatos tem disparo de arma de fogo em condomínio de Americana