São Paulo leva título inédito

A final da Copa Sul-Americana entre São Paulo e Tigre entra para a história como um jogo que não teve fim.

Por Redação Tudo UP! – RPT

Compartilhe

O São Paulo faz pouco caso da postura do Tigre em abandonar a final da Copa Sul-Americana. Dirigentes do clube campeão do torneio debocham da atitude, enquanto jogadores e o treinador Ney Franco cutucaram o adversário. As queixas dos argentinos foram constantemente desdenhadas no Morumbi.

“Vamos falar o que é a verdade. Não teve briga, arma, nada. O Tigre não veio para o gramado no segundo tempo, pois ‘pipocou’. O time deles foi ‘pipoqueiro’, e o resto é história”, provocou o treinador do São Paulo, Ney Franco.

“Nossa equipe jogou muito bem, mostramos raça e amor pela camisa do São Paulo e conseguimos título. Isso é o que precisa ser enaltecido. Já o time deles ‘pipocou’. Foi isso”, comentou Jadson.

O abandono do Tigre no duelo final foi lamentado pelo São Paulo. Os cartolas colocam o time argentino como vítima de uma própria armação.

“Eles não iam aguentar e preferiram fazer catimba, isso ficou claro. Acharam que era melhor ir embora. Assim não podemos fazer nada”, debochou o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio.

“Esse choro deles é antigo, não adianta ter pena. Ganhamos na bola, e isso ninguém vai apagar. Não adianta vir com história dramática” cutucou o o vice de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes.

Em campo, o São Paulo se mostrou superior ao Tigre durante toda a
primeira etapa. O time tomava a iniciativa, mas encontrava uma forte
marcação pela frente. As pontas, principais válvulas de escape no
esquema de Ney Franco, foram muito bem bloqueadas por Nestor Gorosito,
técnico do Tigre. Lucas e Osvaldo tinham vigilância severa.

Com isso, a chave do jogo estava no meio. E Jadson, no primeiro lance
em que teve espaço para jogar, criou a jogada do gol. Aos 22, quando o
São Paulo tinha 65% de posse de bola, contra 35% do rival, ele achou
Willian José na entrada da área. O atacante recuou para o camisa 10, que
foi travado no chute. Na sobra, Lucas fintou o marcador e bateu
cruzado, de pé esquerdo, no canto esquerdo de Albil: 1 a 0, festa no
Morumbi e choro do camisa 7, que foi abraçado pelos companheiros, em sua
despedida do clube – ele se apresenta ao Paris Saint-Germain, da
França, em janeiro.

O Tigre mal se recuperou do primeiro golpe e levou o segundo. Aos 28,
Lucas deu ótima assistência para Osvaldo, que, em posição duvidosa,
invadiu a área pelo lado direito e bateu por cima de Albil, com muita
categoria: 2 a 0. Imediatamente, começou a ecoar o grito no Morumbi.

– Ô o campeão voltou, o campeão voltou, o campeão voltoouuuu….

Com o título praticamente perdido, os argentinos perderam a compostura.
Aos 39, Orban acertou uma cotovelada em Lucas, que caiu com o nariz
sangrando. Enrique Osses nem falta marcou e ainda advertiu o
são-paulino, que precisou ser atendido fora de campo. Quando voltou, foi
acertado novamente, desta vez por Godoy, que levou cartão amarelo.

Todos no estádio pareciam pressentir que, a qualquer momento, a
confusão tomaria conta da partida. E foi o que aconteceu. Assim que
Osses apitou o fim do primeiro tempo, e Lucas provocou Orban, argentinos
e são-paulinos partiram para a briga, com participação de seguranças do
Tricolor e policiais militares. O Tigre não voltou do vestiário, o jogo
acabou mais cedo do que deveria, mas o final foi feliz para os
são-paulinos, que conquistaram o inédito título da Sul-Americana,
colocando fim a um jejum de quatro anos.

Fonte: http://esporte.uol.com.br e http://globoesporte.globo.com

COM O APOIO DE

CONTINUE INFORMADO

Tivoli Shopping tem nova edição do CineMaterna na próxima terça, dia 28
Casa Hermann Muller é tema de exposição de fotos na Câmara Municipal de Americana
"Bee Gees Forever" se apresenta no Teatro Municipal neste sábado
Moradora de Sumaré ganha moto no Espetáculo de Prêmios da Acia
'Furiosa': filme da saga 'Mad Max' estreia nesta quinta-feira
Prefeitura arrecada agasalhos no sistema drive-thru
Exposição "Alma de Artista" pode ser visitada na Biblioteca Municipal
Americana recebe a ópera "Suor Angelica", de Giacomo Puccini
Briga por causa de gatos tem disparo de arma de fogo em condomínio de Americana
Veja Mais Notícias
Tivoli Shopping tem nova edição do CineMaterna na próxima terça, dia 28
Casa Hermann Muller é tema de exposição de fotos na Câmara Municipal de Americana
"Bee Gees Forever" se apresenta no Teatro Municipal neste sábado
Moradora de Sumaré ganha moto no Espetáculo de Prêmios da Acia
'Furiosa': filme da saga 'Mad Max' estreia nesta quinta-feira
Prefeitura arrecada agasalhos no sistema drive-thru
Exposição "Alma de Artista" pode ser visitada na Biblioteca Municipal
Americana recebe a ópera "Suor Angelica", de Giacomo Puccini
Briga por causa de gatos tem disparo de arma de fogo em condomínio de Americana
COM O APOIO DE